compartilhe

Espetáculo realizado pelo Ceftem em homenagem a Gonzaguinha.

Em pleno fim da ditadura militar, trabalhadores de uma fábrica se deparam com a pergunta, posta por Gonzaguinha na grande mídia. As respostas mais criativas se tornarão versos de uma nova música. Esse é o ponto de partida de “Cartas para Gonzaguinha – O Musical” mescla músicas consagradas e algumas menos conhecidas de Gonzaguinha. A realização é do Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical (Ceftem) com direção cênica e de movimento é assinada por Rafaela Amado, e a direção musical por João Bittencourt também idealizador do projeto. A cantora e filha de Gonzaguinha, Nanan Gonzaga, é responsável pela pesquisa e o texto é de Tiago Rocha.

“Cartas para Gonzaguinha” é uma obra de ficção que se ambienta no Brasil do início da década de 80. A retomada da democracia avança lentamente pelo país, mas as lutas sindicais ainda encontram forte repressão. Os personagens que povoam essa história foram batizados com os nomes que constam na poética de Gonzaguinha: José, João, Solemar, Geraldina, entre outros. Os trabalhadores lutam para garantir o salário, e quem sabe, garantir um pouco mais do que só o feijão. Mas um escândalo de corrupção envolvendo o dono da fábrica desestabiliza o negócio, e traz à tona o tão temido fantasma da demissão. Cumprindo horas extras não remuneradas, os operários se articulam. Alguns vão para o olho da rua, e outros podem encontrar um destino ainda mais sórdido.

Ingressos: de R$ 20 a R$ 60.

ENDEREÇO

Rua do Passeio, 38/40 Teatro Riachuelo Rio - Centro
Rio de Janeiro - RJ

horário de
Funcionamento

Sessões: Sexta e Sábado, às 20h. Domingo, às 19h

Envie por email

Enviando mensagem...