compartilhe

Qual o papel do cidadão na construção das cidades? E na proposta de novas soluções para as áreas urbanas? A nova exposição do Museu do Amanhã responde essas e outras perguntas.

A nova exposição em cartaz no Museu do Amanhã propõe o empoderamento das cidades por pessoas inquietas, os chamados “hackers”. A provocação pretende instigar em cada visitante a vontade de explorar os lugares onde vivem para que reflitam e iniciem ações sustentáveis, desde plantar uma muda de flor a transformar áreas urbanas degradadas, por exemplo. O público irá interagir com práticas ativas de reconstrução da cidade, exploradas em três camadas: Territórios criativos, Identidades invisíveis e Circule. A programação de “Rolé pelo Rio Hackeado” inclui ainda workshops, bate-papos e encontros.

A criação coletiva do Estúdio M’Baraká e do Laboratório de Atividades do Amanhã, “Rolé pelo Rio Hackeado” utiliza maquetes mecânicas com movimento dos bairros da Lapa, Urca e Rocinha, obras produzidas por Luiz Oliveira, mecânico, soldador e morador da comunidade Mangueira; uma horta urbana para representar as intervenções realizadas nos diversos canteiros da cidade; um grafite com projeções e uma área que simbolizará o Baile Charme de Madureira, exemplo de território criativo transformado; entre outros ambientes.

ENDEREÇO

Praça Mauá, 1 Museu do Amanhã - Centro
Rio de Janeiro - RJ

horário de
Funcionamento

Terça-feira a domingo, das 10h às 18h (com encerramento da bilheteria às 17h)

Envie por email

Enviando mensagem...