compartilhe

Em homenagem ao artesanato fluminense e ao empreendedorismo feminino, artista plástico Cocco Barçante faz exposição no C.entro Cultural Correios

Para celebrar seus 42 anos de carreira artística e homenagear os artesãos que participaram dos projetos sociais desenvolvidos no período, o artista plástico Cocco Barçante apresenta a exposição Um Rio de Sentimentos. A mostra, que acontece no Centro Cultural Correios, no Centro do Rio, tem abertura no dia 23 de janeiro, quarta-feira, a partir das 17h, com sarau e apresentações musicais. A exposição segue até o dia 10 de março.

Durante a exposição,  do dia 22 a 27 de fevereiro, será  montado um atelier interativo, denominado Viva o Carnaval Carioca, onde os visitantes terão  a oportunidade de interagir com fantasias e máscaras de carnaval de diversas escolas de samba do Rio, sempre das 13h às 18h e ainda realizar oficinas com o artista, de máscaras  artesanais. Programação  gratuita.

 Dividida em temas que valorizam o artesanato desenvolvido no estado do Rio e que reforçam o empoderamento feminino através da arte, a mostra se espalha por diversos ambientes. Na sala principal, batizada de Sala Cidade, o destaque é o conjunto de 15 painéis produzidos em oficinas de cidadania e sustentabilidade – o trabalho é desenvolvido por Cocco há 16 anos, em diversas comunidades do Rio. A sustentabilidade se faz presente na Sala Planeta, dedicada à metarreciclagem de lixo tecnológico.  Além de outros painéis a exposição apresenta uma instalação artística inédita, criada a partir de lixo coletado no oceano por pesquisadores e alunos da Universidade Federal Fluminense – UFF, no Porto de Paranaguá. O ambiente é interativo, com oficina de criação, estimulando o visitante a repensar nossas responsabilidades com o meio ambiente e ao mesmo tempo vivenciar a emoção de fazer parte de um processo criativo compartilhado.

Já a Sala Museologia Social apresenta parte do acervo do Museu do Artesanato, um dos orgulhos de Cocco, criado pelo artista na cidade de Petrópolis, com trabalhos de artesãos de diversas regiões do estado. Entre as obras presentes na mostra está uma peça em homenagem a São Francisco de Assis, feita com reaproveitamento de papel, obra do artesão Mário Luís, de Conservatória.  As mulheres marcam presença na Sala Empreendedorismo. O poder empreendedor feminino é representado por uma enorme mandala formada por máquina de costura, tecidos reaproveitados e caixas de papelão. A instalação artística, uma homenagem a bordadeiras e costureiras, conta ainda com trabalhos desenvolvidos pelas crianças do projeto FavelaArt, do Complexo do Alemão, sob orientação da artista e líder comunitária Mariluce Mariá.

ENDEREÇO

Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro
Rio de Janeiro - RJ
20010-060

horário de
Funcionamento

Terça a domingo, 12h às 19h.

Envie por email

Enviando mensagem...